Apresentação:


É possível contar histórias com música? 
Como é que um compositor controla a carga emotiva que a sua música transporta?
Como é que a música, que acompanha uma narração, não se sobrepõe à história principal?

CONTÁUDIO NINGUÉM ACREDITA é um projecto multidisciplinar que resulta num conjunto de pequenos contos originais que serão sonorizados/musicados numa vertente interactiva pelos ouvintes, em casa, seguindo uma partitura e com os recursos sonoros à sua disposição.

Trata-se de um projecto experimental, de procura de novas formas de manipulação e organização hierárquica do som com a palavra e sua significância, na procura de alcançar e aproximar diferentes públicos através da originalidade e de novas perspectivas artísticas. Acreditamos que é necessário, no panorama português, um trabalho de sensibilização e educação dos públicos para a arte, para o pensamento abstracto, de forma a desenvolver um espírito crítico saudável. Para tal, criamos ferramentas e propósitos de interacção e experimentação criativa que proporcionarão um maior envolvimento do público com a prática artística.

[ Conto 2 ]
“Manual para vencer o Medo”

Instrumentação sugerida:
– mesa de madeira
– folhas de papel (preferencialmente usado e que vá para o lixo)
– objectos metálicos

Dicas:
– ouve primeiro
– planeia
– não precisas de gravar a peça toda,
(podem ser só duas ou três secções)

CRÉDITOS:
Leonor Wellenkamp Carretas: Conto
Sara Costa: Ilustração
Luís Neto: Captação
Ivo Romeu Bastos: Narração
Ricardo M. Vieira: Composição
José Tiago Baptista: Partitura

Queres participar e não sabes como? 


Vais sempre a tempo de participar nos episódios passados:

[ Conto 1 ]
“Quatro crianças à procura de sossego”

Instrumentação sugerida:
– folhas de papel (preferencialmente usado e que vá para o lixo)
– lápis e caneta

Dicas:
– ouve primeiro
– planeia
– não precisas de gravar a peça toda,
(podem ser só duas ou três secções)

CRÉDITOS:
Hugo Miguel Santos: Conto
Joana Campinas: Ilustração
Luís Neto: Captação
Ivo Romeu Bastos: Narração
Beatriz Wellenkamp Carretas: Narração
Leonor Wellenkamp Carretas: Narração
José Tiago Baptista: Composição

Neste episódio lançamos o primeiro desafio: participar na música do genérico.

Para além de perceberes como é que foi criado o genérico, vais aprender a ler uma partitura e alguns conceitos musicais, tais como:
– FORMA
– DENSIDADE
– DINÂMICA
– SONS CURTOS 
– SONS LONGOS

Instrumentação sugerida:
– folhas de papel
– objectos metálicos
– copos de vidro
– objectos de madeira
– o nosso corpo


Elementos da Equipa Artística, Técnica e de Gestão:

José Tiago Baptista – Composição, Produção e Direcção Artística
Manuel Brásio – Composição, Produção e Direcção Artística
Ricardo M. Vieira – Composição, Texto e Direcção Artística
Camila Salomé Menino – Composição
Luís Neto – Captação e edição áudio
Ivo Romeu Bastos – Narração
Beatriz Wellenkamp Carretas – Narração e Texto
Leonor Wellenkamp Carretas – Narração e Texto
Hugo Miguel Santos – Texto
Fernando Baptista – Texto
Marta Moreira – Texto
Helena Morais – Ilustração
Sara Costa – Ilustração
Joana Campinas – Ilustração


Mais informações: geral@interferencia.pt

pt_PTPortuguese